PMs agridem entregadores, advogada e repórter em briga por bikes no RJ

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

A OAB no Rio condenou veementemente a conduta de um grupo de policiais, que acusaram os entregadores de monopolizar bicicletas públicas

bikes de aluguel no RJ
Foto: Divulgação PM/RJ

Policiais militares, entregadores que prestam serviços via aplicativo, uma advogada e um jornalista se envolveram em uma briga generalizada em um ponto de aluguel de bicicletas no Largo do Machado, na Zona Sul do Rio de Janeiro, na tarde desta quinta-feira (3/6).

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Rio acusa os PMs envolvidos de despreparo e desrespeito ao Estado Democrático de Direito e à cidadania. Já a PM do Estado alega ter agido para dar a todos os cidadãos o direito de usar as bicicletas públicas.

De acordo com reportagem do G1 no Rio, havia uma fila para o aluguel de bicicletas no ponto e alguém teria denunciado à polícia que os entregadores ficavam esperando pedidos e impediam que outras pessoas pegassem as bikes.

Os PMs teriam então ido até o local e tentado organizar a fila, mas começou um desentendimento, mais entregadores chegaram e, segundo testemunhas, houve confronto entre trabalhadores e policiais. Alguns entregadores foram algemados, o que causou comoção na rua.

Presente no local, a advogada Vanessa Lima tentou mediar o conflito, mas, segundo relatou à OAB, teve sua carteirinha da Ordem arrancada de suas mãos e pisoteada por um policial, além de ter levado um murro na nuca e sido levada para a delegacia.

Um jornalista que começou a filmar a ocorrência também foi agredido e levado preso pelos PMs. Sua identidade não foi divulgada.

Veja imagens da confusão registradas pelo jornal carioca O Dia quando os homens já estavam algemados.

A OAB-RJ divulgou nota para “condenar veementemente a conduta de um grupo de policiais militares que agrediram a advogada Vanessa Lima”. Segundo a entidade, após se identificar como advogada e questionar uma prisão que considerou arbitrária durante uma confusão, ressaltando estar fazendo uso de suas prerrogativas profissionais, Vanessa recebeu voz de prisão, foi agredida fisicamente e conduzida de maneira violenta à delegacia.

Dois entregadores, a advogada e um jornalista foram levados para a 9ª DP (Catete), onde o caso foi registrado. Um policial também se feriu na ocorrência.

Nota da Operação Segurança Presente

“Um casal procurou os policiais do Laranjeiras Presente no início da tarde desta quinta-feira (3/6) alegando que foram impedidos por entregadores de delivery de pegar uma bicicleta de aplicativo no Largo do Machado. A equipe foi até o local e verificou que os entregadores estavam ao lado das bicicletas esperando serem solicitados para entrega e não deixavam ninguém utilizar. Os agentes solicitaram que os entregadores se afastassem e permitissem o uso público da bicicleta. Segundo os policiais, outros entregadores foram se aglomerando e iniciou um tumulto. Os policiais foram desacatados e agredidos pelos entregadores. Durante a confusão um agente se machucou durante uma queda e foi levado para o Hospital Miguel Couto. Três pessoas envolvidas diretamente na confusão foram levadas para a 9ªDP (Catete), para prestarem esclarecimentos. A ocorrência segue em andamento.”

Fonte: Metrópoles

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *