No Distrito Federal Escolas privadas devem informar dados sobre casos de Covid até 27/8

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Instituições devem repassar à Secretaria dados de estudantes e educadores que serão usados para o desenvolvimento de Boletim Epidemiológico

Escola privada
Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) publicou, no Diário Oficial do DF (DODF) desta segunda-feira (7/6), portaria que estabelece prazo até 27 de agosto para as escolas privadas informarem à pasta dados de estudantes e educadores que serão usados para o desenvolvimento do Boletim Epidemiológico do Sistema de Ensino. O informe contemplará os casos de contaminação ou suspeitos de Covid-19.

O fornecimento das informações será realizado exclusivamente no formato Excel, conforme modelo disponibilizado no seguinte endereço eletrônico: educacao.df.gov.br/portarias-e-orientacoes/. A planilha deve ser preenchida com as informações solicitadas e encaminhada à Secretaria de Educação, por meio do recurso “upload”, que será disponibilizado no sistema em 17 de junho.

O acesso ao sistema será por meio do site boletimepidemiologico.se.df.gov.br. No campo “usuário” deverá ser inserido o código INEP da instituição de ensino. Também é necessária uma senha de acesso, que será encaminhada ao e-mail institucional previamente cadastrado.

Foto: Reprodução/DODF
Prazo prorrogado

A portaria que estabeleceu a obrigatoriedade das instituições de ensino privadas informarem tais dados à Secretaria de Educação foi publicada ainda em abril deste ano. O prazo dado para que as escolas repassassem as informações era até o dia 30 daquele mês. No entanto, a data limite foi prorrogada.

Com a publicação de nova portaria nesta segunda, o prazo será até 27 de agosto. Dúvidas ou problemas deverão ser encaminhados para o e-mail: boletim.epidemiologico@edu.se.df.gov.br.

Orientação

Clayton Braga, membro da diretoria do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do DF (Sinepe-DF), orienta aos gestores das escolas particulares pelo cumprimento da Portaria nº 156. “O Sinepe-DF entende a importância dessas informações. A planilha vai constar o nome do aluno e dos funcionários que tiveram Covid a fim de mapear os casos no DF”, destaca o diretor.

Fonte: Metrópoles

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *