Vice-prefeita do Valtinho é pré-candidata a prefeita de Matupá pelo MDB

Marinilde e Mano disputaram as eleições de 2020 e acabaram derrotados por Fernando Zafonato, mas entraram na justiça pedindo a cassação da chapa utilizando exatamente do processo onde eles participaram da falha na gestão

Foto: Divulgação

Marinilde Dal’Acqua (MDB) deu entrevista na manhã desta quinta-feira (10/06) na Rádio Cidade onde se manifestou como pré-candidata do grupo do ex-prefeito Valter Miotto Ferreira, Vulgo Coronel Valtinho.

Marinilde que já foi secretária de educação na gestão do prefeito Fernando Zafonato (DEM), onde é acusada pelo ex-gestor de traição, por ter autorizado na época o pagamento de R$ 5.200,00 para custear dois ônibus que transportavam professores no período final das férias.

Na época o secretário de finanças era o José Aparecido, o Mano, o qual junto com Marinilde fizeram os pagamentos, porém não foram arrolados no processo que resultou na cassação de Fernando Zafonato.

Marinilde e Mano disputaram as eleições de 2020 e acabaram derrotados por Fernando Zafonato, mas entraram na justiça pedindo a cassação da chapa utilizando exatamente do processo onde eles participaram da falha na gestão.

Além de secretária de educação, Marinilde já foi vereadora e vice-prefeita de Valter Miotto Ferreira.

Com o estilo “Paz e Amor”, na rádio ela usou o discurso sereno, gentil e calmo para tentar passar ao público a imagem de ser uma “pessoa do bem”, sem atacar adversários, “a política se faz com diálogo”, afirmou.

Porém no período como vice-prefeita, durante a polêmica “limpeza na ZP-002”, Marinilde em momento algum se manifestou a favor da população, Marinilde que é professora, durante a greve de 90 dias dos profissionais da Educação em 2015 ela não se manifestou a favor dos colegas, em determinado momentos o então prefeito Valtinho chegou a bater boca com os profissionais que estavam acampados em frente o paço municipal.

Durante a eleição de 2020 a maior proposta da chapa de Marinilde foi a construção de um novo complexo turístico de lagos na ZP 002, onde corre processos na justiça devido a forma como foi realizada a tal “limpeza” pelo ex-prefeito Valter Miotto de quem Marinilde era vice.

Fonte: Olhar Cidade Redação

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *