Tijolos recheados de droga e celulares são apreendidos após ronda na Penitenciária da Mata Grande

Ações preventivas são responsáveis por evitar chegada de materiais ilícitos nas mãos dos presos

Foto: Assessoria

Em rondas internas pela Penitenciária Major Eldo de Sá (Mata Grande), em Rondonópolis (215 km de Cuiabá) na manhã desta última quinta-feira (10.06), os policiais penais do plantão Bravo apreenderam dois blocos de tijolos em argila que haviam sido lançados pela muralha.

Ao serem quebrados, eles encontram dentro dos tijolos: 500 gramas de substância entorpecente análoga a maconha, 6 cartelas de papéis de seda para uso de cigarro, 8 aparelhos celulares modelo smartphone da marca Samsung, 15 carregadores de celular, 11 fones de ouvido, uma bateria e 19 chips da operadora Vivo.

“A cada dia a criminalidade usa de diferentes artifícios, mas os policiais penais têm demonstrando perícia e proatividade –  souberam identificar e apreender este material ilícito. O sucesso dessas apreensões se deve às várias ações preventivas para coibir que esses materiais ilícitos cheguem aos recuperandos”, destacou o diretor da Mata Grande, Ailton Ferreira.

Desde o ano passado, já foram apreendidos 48 drones na penitenciária. Para evitar que as drogas e celulares cheguem aos presos, foram instaladas tela de pinteiro nos solários das ante-alas, alambrados em toda a unidade penal, cerca no perímetro externo, além da realização de rondas diurnas e noturnas, campana na laje e a vigilância ostensiva dos policiais penais nas torres.

Fonte: Sesp-MT

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *