Cuiabá pode suspender vacinação na próxima quarta-feira por falta de doses

A gerente de Vigilância em Doenças e Agravos Transmissíveis do Município, Flavia Guimarães, disse que se Cuiabá não receber um novo lote de vacinas até a próxima quarta-feira (16), o processo de imunização poderá ser suspenso na Capital. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (14), em entrevista ao Programa Tribuna, da Vila Real FM

Cuiabá pode suspender vacinação na próxima quarta-feira por falta de doses
Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

“Pelo que temos em estoque, se não recebermos mais, é provável que nos próximos dois dias a gente tenha que suspender a nossa vacinação da primeira dose dos imunizantes da Pfizer e AstraZeneca. A decisão em si dependerá de quantas pessoas estarão agendadas para os próximos três dias”, pontuou a gerente.

Flavia explica que está sendo feito um levantamento para determinar o número exato de doses restantes. “Se não recebermos mais, teremos que deixar de agendar e suspender a aplicação de primeira dose”

A gerente ainda explicou que, no caso das pessoas que estão esperando novos lotes da CoronaVac, o município segue aguardando o envio por parte do Ministério da Saúde para que o esquema vacinal seja completado.

“O Ministério da Saúde já recebeu algumas doses do Butantan, que deverão ser enviadas ao município nas próximas semanas”, pontuou.

O Instituto Butantan liberou mais 1 milhão de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde nesta segunda-feira (14). As entregas voltaram a ser feitas na última sexta (11), quando foi enviado um lote de 800 mil doses.

Segundo o governador João Doria, uma nova remessa será feita na quarta-feira (16).

Doses extras

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga não disse quantas ‘doses extras’ de vacina contra o novo coronavírus (Covid-19) devem ser enviadas para Cuiabá, mas prometeu vir à capital mato-grossense em breve, em vídeo divulgado junto ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e o deputado federal Emanuelzinho (PTB). Os dois estão em Brasília para tratar desta agenda junto ao Governo Federal.

“Em uma grande ação em defesa da população cuiabana, no enfrentamento à maior crise sanitária da História, temos que cuidar da saúde e da vida das pessoas. E o ministro, muito solícito – a gente agradece a audiência em pleno sábado – já está preparando uma agenda para, muito em breve, estar em Cuiabá e levar uma grande notícia para nossa população”, afirmou o gestor, em vídeo gravado ao lado de Queiroga e de Emanuelzinho.

O ministro da Saúde confirmou sua vinda à Capital mato-grossense nos próximos dias para anunciar novas medidas de combate à pandemia. “Cuiabá fez o dever de casa. Tem atuado forte na saúde pública e, por isso, tem condições de realizar jogos da Copa América. Então vamos trabalhar em parceria para fortalecer ainda mais o sistema de saúde da cidade de Cuiabá. Estarei em breve com vocês. Vamos trabalhar juntos para que consigamos vencer essa crise sanitária e Cuiabá crescer ainda mais”, disse o ministro.

Emanuel Pinheiro Neto também agradeceu a disponibilidade de Queiroga em somar esforços para o combate ao coronavírus em Cuiabá. “Agradeço imensamente o ministro da saúde, que tem sido muito solícito, muito atencioso com Cuiabá. Liderando esse momento de vacinação em massa para a população de Mato Grosso, em especial a população cuiabana. Aproveito para agradecer por ter aceitado o convite de ir a Cuiabá justamente para fortalecer nosso trabalho contra o coronavírus”.

Fonte: Olhar Direto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *