Mais de 1,3 mil pessoas não vão tomar a 2ª dose da Coronavac após retomada da vacinação em Cuiabá

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Coordenação determinou que quem não comparecer na data e horário marcados tem 48 horas para entrar em contato e reagendar. Caso contrário, vai para o fim da fila

Doses da CoronaVac chegaram em MT na última semana — Foto: Ana Amaral
Doses da CoronaVac chegaram em MT na última semana — Foto: Ana Amaral

Um levantamento da Prefeitura de Cuiabá apontou que mais de 1,3 mil pessoas deixaram de ir aos postos de vacinação para tomar a segunda dose da Coronavac nesta semana. A aplicação do imunizante foi retomada nessa segunda-feira (21), após a chegada de uma nova remessa com 6,8 mil doses.

A coordenação de campanha determinou que, a partir de agora, quem não comparecer na data e horário marcados tem 48 horas para entrar em contato e reagendar. Caso contrário, vai para o fim da fila.

“Já faz alguns dias que as pessoas fazem o cadastro, são agendadas e não comparecem. Os postos eram para estar cheios para a aplicação da segunda dose da Coronavac, pois tinha muitas pessoas angustiadas que nos procuraram para reclamar, e agora os postos estão praticamente vazios”, disse a coordenadora de vacinação de Cuiabá, Valéria Oliveira.

De acordo com a prefeitura, caso alguém que esteja com a segunda dose da Coronavac atrasada não tenha recebido o agendamento, ela pode se dirigir aos postos de vacinação de drive Thru ou no Senai e apresentar o cartão de vacinação.

O intervalo recomendado entre as duas doses da vacina é de 14 a 28 dias.

A infectologista da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Marcia Hueb, ressaltou que os estudos realizados sobre a Covid-19 até aqui apontam que a vacina é a melhor forma de combater a pandemia, mas, para isso, são necessárias as duas doses recomendadas.

“Os estudos que temos, os resultados que usamos mostram o quanto que a vacina é eficaz, o quanto que ela protege. Eles são baseados nas duas doses. Então, não podemos entender que usando uma dose a pessoa está imunizada ou protegida, pois não está”, pontuou.

Até agora Cuiabá vacinou 196.344 com a primeira dose e 65.195 com as duas doses.

Fonte: G1 MT

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *