Preço da carne bovina tem alta acumulada de quase 33% em Belém

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

O preço da carne bovina vendida em feiras, mercados, açougues e supermercados de Belém continua em alta

Preço da carne continua em alta.  — Foto: Ministério da Agricultura/Divulgação
Foto: Ministério da Agricultura/Divulgação

O preço da carne bovina vendida em feiras, mercados, açougues e supermercados de Belém continua em alta. Segundo pesquisas do Dieese Pará, o reajuste acumulado somente este ano (de janeiro a abril de 2021) alcançou 7,7% e nos últimos 12 meses, a alta acumulada chegou a quase 33,20%.

De acordo com o Dieese, em maio de 2020 o quilo da carne de primeira (coxão mole/chã, cabeça de lombo e paulista) foi comercializado, em média, a R$ 26,87, encerrou o ano passado sendo vendido a R$ 33,23. No início deste ano (janeiro/2021), foi comercializado a R$ 33,62; em abril foi vendido a 35,09 e no mês de maio custou R$ 35,79.

Com essa trajetória, o quilo da carne bovina apresentou alta no preço de 1,99% no mês de maio em relação ao mês de abril. Entretanto, nos quatro primeiros meses do ano, o reajuste acumulado no preço do produto foi de 7,7%, contra uma inflação calculada em 3,33% (INPC/IBGE) e nos últimos 12 meses o reajuste acumulado alcançou quase 33,20%, contra uma inflação de 8,9% (INPC/IBGE) calculada para o mesmo período.

Fonte: G1 PA — Belém

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *