Cuiabá recebe 10,6 mil doses da Janssen e outras 17 mil da Pfizer e AstraZeneca

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Cuiabá, cidade com o maior número de pessoas, irá receber mais de 27,5 mil

Cuiabá recebe 10,6 mil doses da Janssen e outras 17 mil da Pfizer e AstraZeneca; veja distribuição por município
Foto: Christiano Antonucci

O Governo de Mato Grosso definiu a distribuição das mais de 163 mil doses que desembarcaram no estado no último fim de semana, sendo 45.250 da Astrazeneca, 49.140 da Pfizer e 68.700 da Janssen. Cuiabá, cidade com o maior número de pessoas, irá receber mais de 27,5 mil.

Ficou definido pela Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) que Cuiabá receberá 27.646 doses, sendo 8.694 da Pfizer; 8.320 da AstraZeneca e  10.632 da Janssen. Esta última, vale lembrar, é de dose única, o que ajudará a cidade a avançar no seu plano de vacinação.
 
Várzea Grande receberá 11.911 doses de vacinas, sendo 3.906 da Pfizer; 3.320 da AstraZeneca e 4.685 da Janssen. Para Rondonópolis o total encaminhado foi de 13.788 – 3.738 (Pfizer); 3.630 (AstraZeneca) e 6.420 (Janssen).
 
Para saber quanto o seu município irá receber clique AQUI AQUI.
 
Conforme a Resolução Nº 69, a vacina da Pfizer deve ser aplicada como primeira dose em lactantes de bebês de até 1 ano de idade completos, trabalhadores da indústria e em pessoas entre 55 e 59 anos. Para as doses da Astrazeneca, a recomendação da CIB é de que sejam aplicadas como segunda dose em pessoas com comorbidades ou deficiência permanente grave.
 
De acordo com a Resolução Nº 70, serão vacinadas com as doses da Janssen pessoas em situação de rua, trabalhadores de transporte metroviário e ferroviário, trabalhadores de transporte aquaviário, caminhoneiros e pessoas de 55 a 59 anos
 
Para a vacina AstraZeneca, o prazo de aplicação da segunda dose é de até 90 dias. Já o prazo da segunda dose da Pfizer é de até 12 semanas. O imunizante Janssen é de aplicação única.
 
Completado o grupo de lactantes e caso o município ainda disponha de doses destinadas para este público, a Resolução Nº 69 informa que os imunizantes poderão ser destinados para a vacinação das lactantes de crianças de 1 ano e um dia de idade até 2 anos completos.
 
O colegiado pontuou na Resolução Nº 70 que os municípios que já completaram a vacinação das pessoas de 55 a 59 anos devem seguir para a próxima faixa etária (ano a ano) em ordem decrescente de prioridade.
 
Foi pactuado o armazenamento de 55 doses da Astrazeneca na Rede de Frio Estadual, como novo estoque estratégico para reposição de eventuais perdas técnicas. Também foi acordada a distribuição de um remanescente de seis doses da Pfizer e 80 doses da Janssen que estavam armazenadas na Rede de Frio Estadual como estoque estratégico.
 
A pactuação estabelece também que os imunizantes da Astrazeneca, correspondentes à segunda dose, ficarão armazenados na Rede de Frio Estadual e entregues em data mais próxima do prazo para a segunda aplicação.

Caso os municípios alcancem a completa vacinação dos públicos-alvo estabelecidos para a imunização, a CIB orienta a continuidade da imunização dos demais públicos elencados pelo Ministério da Saúde.
 
Após a distribuição dos imunizantes aos municípios, as vacinas deverão ser armazenadas conforme as condições estabelecidas pela fabricante e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o apoio da segurança pública.
 
A aplicação das doses deve ser obrigatoriamente registrada pelos municípios no Sistema Nacional do Programa de Imunização (SI-PNI), do Ministério da Saúde. Até o momento, Mato Grosso já recebeu 2.060.000 doses de imunizantes contra a Covid-19.

Fonte: Olhar Direto

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *