Suspeito preso pela PM carregava R$ 50 mil, armas e coletes em Nova Bandeirantes

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Salvador Santos Portela já havia sido condenado a 13 anos de cadeia por crime cometido no Pará em 1996

Foto: Divulgação

O homem preso em Nova Bandeirantes (a 1.005 km), na manhã desta última sexta-feira (9), foi indentificado como Salvador Santos Portela, de 50 anos. Natural de Brejo (MA), ele é suspeito de integrar a quadrilha do Novo Cangaço que invadiu e aterrorizou a cidade no dia 4 de junho. 

Com ele, os policiais apreenderam duas armas, R$ 50 mil em dinheiro, duas espingardas Gauge 12, municões, coletes balisticos e jóias. A prisão de Salvador foi efetuada por policias militares no distrituo de Japuranã, em Nova Bandeirantes.

Ele já havia sido condenado a 13 anos de prisão em regime fechado em Ananindeua (PA) por sequestro e cárcere privado. 

No crime, cometido em 1996, Salvador manteve uma vítima em cárcere privado por 23 dias. 

A ação do Novo Cangaço em Nova Bandeirantes resultou no roubo de duas cooperativas de crédito.

Bandidos fortemente armados invadiram a cidade, fizeram reféns e roubaram as agências. Na fuga, eles dispararam em imóveis e fugiram levando reféns como escudos humanos.

Salvador Portela é o quinto homem preso suspeito de envolvimento no crime.

Edenicio Pereira Cavalcante, vulgo “Coroinha”, Josias Silveira, Franklis Souza de Jesus e Valdecir Salles Barboza também já haviam sido presos anteriormente durante operação realizada pela Segurança Pública na região. 

Outros nove envolvidos no assalto morreram em confrontos com a PM entre 10 e 28 de junho. 

Fonte: Mídia News

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *