Polícia Civil consegue ‘congelar’ transferência de 3,4 mil via ‘pix’ e evita prejuízo a vítima de golpe pelo WhatsApp

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

As investigações iniciaram após a vítima acionar a DRCI comunicando que outro número teve acesso aos contatos do seu telefone e estava utilizando a fotografia dela para pedir dinheiro por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp

Polícia Civil consegue 'congelar' transferência de 3,4 mil via 'pix' e evita prejuízo a vítima de golpe pelo WhatsApp
Foto: Divulgação

Ação rápida da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI) da Polícia Civil resultou, na segunda-feira (23), na recuperação de mais de R$ 3,4 mil subtraídos de uma vítima, através de golpe de estelionato praticado por meio de aplicativo WhatsApp.

As investigações iniciaram após a vítima acionar a DRCI comunicando que outro número teve acesso aos contatos do seu telefone e estava utilizando a fotografia dela para pedir dinheiro por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp.

Em uma das conversas, o estelionatário conversou com o pai da vítima, se passando por ela e pedindo, alto valor em dinheiro. Acreditando que estava falando com a filha, o pai fez a transferência via pix no valor de R$ 3,450 mil para a conta indicada pelos criminosos.

Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da DRCI agiu rapidamente e conseguiu congelar o valor que será restituído à vítima.

Segundo o delegado da DRCI, Ruy Guilherme Peral da Silva, as diligências continuam para identificar e prender os envolvidos no crime.

Fonte: Olhar Direto

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *