Medeiros critica lobby por tentar barrar implantação da Ferrogrão

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Medeiros critica lobby por tentar barrar implantação da Ferrogrão

Foto Principal Notícia
Foto: Reprodução

O deputado federal José Medeiros (Podemos) destacou o empenho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em transformar a logística de Mato Grosso com a concretização das ferrovias, em especial a Ferrogrão. Para o parlamentar, que é vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara Federal, o lobby para impedir a redução do frete com as ferrovias é um dos principais obstáculos.

“O lobby é grande para impedir a redução do frete e manter o monopólio, mas o governo Bolsonaro é o primeiro que vem enfrentando tudo isso e trabalhando concretamente para melhorar o escoamento da produção de Mato Grosso. A Ferrogrão e FICO (Ferrovia de Integração do Centro-Oeste) vão provocar uma redução dos fretes rodoviários. Apesar disso, existem setores que estão tentando inviabilizar as ferrovias federais para manter o monopólio de empresas e impedir que o frete seja, de fato, reduzido. Precisamos unir forças e não desviar o foco”, disse Medeiros durante ato em favor da Ferrogrão realizada neste sábado (21) em Sinop.

Medeiros cita que o ato em Sinop, neste final de semana, provocou uma mudança de comportamento de alguns setores, que estavam atuando contra a Ferrogrão.

“A pressão da sociedade e do setor produtivo foram fundamentais para provocar a união da classe política de Mato Grosso em prol da Ferrogrão. Esperamos que os discursos em defesa da ferrovia se materializem na prática de alguns políticos. Estamos 100% fechados com o presidente Bolsonaro e com o ministro Tarcísio em defesa dos interesses de Mato Grosso e do país”, acrescenta Medeiros, que articulou a participação do ministro da Infraestrutura no evento de Sinop.

A previsão do Ministério da Infraestutura é que a Ferrogrão tenha um investimento privado de R$ 8,4 bilhões. Com mais de 900 quilômetros de extensão, a ferrovia será o principal meio de escoamento da produção de milho, soja e farelo de soja Centro-Oeste pelo Arco Norte do país, ligando Sinop (MT) ao porto de Miritituba (PA).

“Com a Ferrogrão, haverá uma economia de aproximadamente de R$ 20 bilhões no custo do frete em relação à rodovia”, garante Tarcísio de Freitas.

Fonte: Muvuca Popular

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *