Sorriso dará início nesta semana à aplicação da dose de reforço em idosos e imunossuprimidos

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

A recomendação do MS é aplicar a terceira dose em pessoas com 70 anos e pacientes que fazem uso de imunossupressores

Foto: ilustrativa

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, Sorriso dará início nesta quarta-feira (15) à aplicação da dose de reforço para idosos e pacientes imunossuprimidos. A recomendação do MS é aplicar a terceira dose em pessoas com 70 anos ou mais de idade; além, claro, de pacientes que fazem uso de imunossupressores.

No Município, a aplicação da dose de reforço será realizada do mesmo modo que foram aplicadas as primeiras doses: obedecendo a ordem decrescente de idade iniciando pelos idosos a partir de 100 anos até chegar a faixa etária dos 70. De acordo com o levantamento da Secretaria de Saúde e Saneamento, no Município são cerca de 2,6 mil idosos e 517 imunocomprometidos.

O secretário de Saúde e Saneamento, Luís Fábio Marchioro, pontua que a equipe da própria Secretaria irá entrar em contato com a pessoa ou com familiares para a vacinação. “Para tornar mais cômodo a nossa própria equipe irá entrar em contato agendando o horário da imunização. No caso dos acamados, iremos novamente até às residências. Pedimos só que o paciente ou seus familiares fiquem de olho às chamadas, pois entraremos em contato usando os números informados no cadastro inicial”, frisa.

Marchioro diz ainda que a dose de reforço será aplicada no público-alvo independente do imunizante que tenha recebido pela primeira vez. “Independente se a pessoa recebeu Coronavac ou AstraZeneca, por exemplo, todos devem receber a dose de reforço”, diz. Segundo o MS a terceira dose deve ser preferencialmente da Pzifer. “Aplicaremos a Pzifer no público-alvo formado por idoso com mais de 70 anos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses e pessoas com baixa imunidade (os imunossuprimidos) que tomaram a segunda dose há pelo menos 28 dias”, explica.

Importância da vacina 

Marchioro ressalta a importância de todas as faixas etárias completarem o esquema vacinal. “A eficácia da vacina é inegável: estamos tendo casos sim. Mas, também observamos a queda no número de internações e de casos graves. Por isso salientamos: se você tem 18 anos ou mais, busque se imunizar. E se já recebeu a primeira dose, busque a segunda; complete seu esquema vacinal”, finaliza.

Fonte: Portal Sorriso 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *