Anvisa aponta que investigação indica que morte de jovem não teve relação com vacina

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Agência consultou investigação sobre evento adverso e reafirmou que benefícios da vacina superam significativamente os riscos

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Anvisa reafirmou nesta última segunda-feira (20) a segurança e eficácia da imunização em adolescentes, após consultar a investigação sobre o adolescente que morreu após tomar a vacina da Pfizer contra covid-19. A fala veio após reunião de representantes do setor de Farmacovigilância do órgão. 

“Os dados originados durante a reunião foram considerados consistentes e bem documentados, indicando a ausência de relação causal entre a administração da vacina e o evento adverso investigado”, afirmou a Anvisa em nota. Participaram também da reunião representantes do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde de São Paulo. 

O relatório que a Anvisa oficial já foi divulgado pelo governo de São Paulo, na última sexta-feira (17). O órgão, porém, vai manter a cautela e irá notificar o caso à OMS (Organização Mundial da Saúde) para avaliação quanto a qualquer possível sinal de segurança. 

Fonte: R7

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *