Seis brasileiros são presos por envolvimento em chacina que matou estudante de medicina mato-grossense

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Universitária foi sepultada na sua cidade natal, em Curvelândia

Foto: Arquivo pessoal

O Departamento de Investigação da Polícia Nacional prendeu nesta segunda-feira (11), seis brasileiros na periferia de Pedro Juan Caballero, durante investigação sobre a chacina que resultou em quatro mortes, no sábado (9). Entre as vítimas está a mato-grossense Rhannye Jamilly, estudante de medicina de 18 anos.

Conforme o site G1-MS, na residência localizada no bairro Maria Victoria, onde os suspeitos foram presos, a polícia apreendeu celulares, joias e três carros. Os presos foram identificados como: Hywulysson Foresto, Juares Alvers da Silva, Luis Fernando Armando e Silva Simoes, Gabriel Veiga de Sousa, Farley José Cisto da Silva Leite Carrijo e Douglas Ribeiro Gomes.

Neste domingo (10), uma caminhonete que pode ter sido usada pelos criminosos foi encontrada queimada em uma estrada vicinal da Colônia Virgem de Caacupé. As vítimas da chacina foram identificadas como Osmar Vicente Álvarez Grance, de 32 anos, conhecido como Bebeto, possível alvo dos pistoleiros, Haylee Carolina Acevedo Yunis, de 21 anos, filha de Ronald Acevedo, atual governador de Amambay, a douradense Kaline Reinoso de Oliveira, 22, e a mato-grossense Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, 18.

Sabe-se, até então, que o principal alvo dos pistoleiros era o Bebeto. A Polícia Nacional informou que foram realizados mais de 100 disparos de fuzil.

Fonte: Olhar Direto

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *