PJC de Guarantã prende autor de homicídio de ex-namorado que teve 60% do corpo queimado

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

A vítima morreu após sofrer queimaduras causadas pelo ex-companheiro, no mês de setembro deste ano, na casa onde ambos moravam

Foto: PJC/Polícia Judiciária Civil/Assessoria

A Polícia Judiciária Civil (PJC) em Guarantã do Norte prendeu o autor do homicídio que vitimou seu ex-namorado, ocorrido no mês de setembro, na zona rural do município de Novo Mundo. A vítima sofreu queimaduras em 60% do corpo e morreu após ficar quase um mês hospitalizada.

Fernando Francisco das Neves Oliveira, 31 anos, ficou hospitalizado durante 24 dias com queimaduras em diversas partes do corpo. Ele foi socorrido e posteriormente encaminhado ao Hospital Regional de Colíder e depois transferido ao Hospital Municipal de Cuiabá, onde foi a óbito após sofrer uma parada cardiorrespiratória, no dia 07 de outubro.

Crime 

O casal tinha um relacionamento conturbado e no dia 13 de setembro, o suspeito queria que a vítima fosse embora da casa onde ambos moravam, na zona rural de Novo Mundo. Após uma discussão entre eles, o suspeito ateou fogo na residência com a vítima trancada em um quarto. Ao perceber que a casa estava em chamas, Fernando se enrolou em um colchão e conseguiu sair do local. 

Encaminhado a uma unidade de saúde, a vítima ainda conseguiu dar informações sobre o ocorrido à Polícia. Ele sofreu queimaduras na cabeça, tronco, membros superiores e inferiores e socorrido, inicialmente, ao hospital em Peixoto de Azevedo. 

A delegacia de Guarantã do Norte instaurou uma investigação inicial pelo crime de tentativa de homicídio. Com a morte da vítima, o suspeito, de 40 anos, passou a ser investigado por homicídio. Ele foi preso pela Polícia Civil na comunidade rural Cinco Mil. 

De acordo com o delegado que conduziu a investigação, Victor Hugo Caetano de Freitas, o autor do crime será indiciado por homicídio qualificado e foi encaminhado à Delegacia de Guarantã do Norte, e depois passará por audiência de custódia da Justiça.

Fonte: Assessoria da Polícia Judiciária Civil

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *