Motorista de carreta que transportava adubo é sequestrado e mantido refém em Alta Floresta

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

Os policiais seguem em diligências em busca da quadrilha na região

Foto: PM MT

A Polícia Militar de Rondonópolis frustrou um roubo de uma carreta que transportava adubo no bairro Distrito Industrial. Os policiais conseguiram localizar o motorista do veículo, que havia sido sequestrado pelos criminosos.

O crime foi denunciado pela empresa proprietária do veículo, que percebeu através do GPS que a carreta seguia destino contrário ao determinado, uma fazenda nas proximidades de Campo Verde.

A equipe da Polícia Militar foi acionada via 190 por volta das 16h e se deslocou até o local apontado pelo rastreador, quando localizaram a carreta. Os suspeitos, ao perceberem a presença das viaturas, abandonaram o veículo. Segundo testemunhas, a quadrilha fugiu em uma motocicleta Biz e um carro Fiat Uno.

Logo em seguida, os policiais localizaram o motorista que havia sido libertado do cativeiro na estrada do Campo Limpo. A vítima relatou que três homens e uma mulher chegaram armados em um automóvel Corsa anunciando o roubo. Segundo ele, os suspeitos alegavam possuir interesse apenas na carga de adubo. 

A vítima relatou ainda que depois foi levado para um local da zona rural e ficou mantido em cárcere privado, onde era vigiado por um homem mascarado e armado com um revólver calibre 22, e que no período da tarde, o suspeito o liberou e ele pediu ajuda de populares. A carreta com adubo foi recuperada e a vítima foi encaminhada à Delegacia. A Polícia Militar segue em diligências em busca da quadrilha. A ocorrência foi entregue para a Polícia Judiciária Civil.  

Disque -Denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939. 

Fonte: Portal Sorriso 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *