Deputados questionam contratos ilegais na Saúde de Mato Grosso

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

O requerimento foi aprovada por unanimidade

Foto: Assessoria

Deputados estaduais aprovaram um pedido de convocação do secretário, Gilberto Figueiredo, para prestar esclarecimentos sobre supostas contratações irregulares de “apadrinhados políticos” na Secretaria Estadual de Saúde. O requerimento foi aprovada por unanimidade na sessão realizada na noite desta terça-feira (23).

O pedido foi apresentado pela deputada Janaina Riva (MDB) em conjunto com os deputados João Batista (Pros), Lúdio Cabral (PT) e Paulo Araujo (PP). Na tribuna, a parlamentar afirmou que o Figueiredo precisa prestar esclarecimentos aos parlamentares sobre as denúncias de que servidores da Saúde estariam sendo demitidos para dar espaços a indicados políticos dentro da pasta.

“Queremos transparência em relação a esse processo seletivo de quase mil pessoas que está sendo feito pela secretaria de Saúde. Nós temos denúncias gravíssimas de que servidores estão sendo exonerados para que possam ser contratados apadrinhados políticos e isso nós não vamos permitir na Assembleia Legislativa”, disse.

Durante o discurso, Janaina ainda fez questão de enfatizar que o documento não se trata de um convite, mas sim de uma “convocação”. Isso porque, segundo ela, Figueiredo não compareceu da última vez que foi convidado à prestar esclarecimentos para a Assembleia Legislativa.

“Estamos apresentando um requerimento de convocação ao secretário de Saúde Gilberto Figueiredo para que ele traga explicações referente a realização do processo seletivo sem a devida publicidade e sobre os eventuais descumprimentos dos termos expressos no TAC firmado com o Ministério Público de Mato Grosso. Dessa vez é uma convocação, porque da última vez que fizemos o convite ele não compareceu”, finalizou.

Fonte: Gazeta Digital

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *