Marido é preso após agredir mulher dele em suíte de resort de luxo em MT

Ao chegarem ao local, uma mulher de 32 anos, que se apresentou como filha do agressor, tentou impedir que os policiais entrassem no bangalô, onde estava o pai

Helen Machado foi agredida pelo marido em um resort de luxo em MT — Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Um homem foi preso após agredir a mulher dele, nesse sábado (23) em uma suíte de um resort de luxo, no Lago de Manso, em Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá. A vítima, Helen Machado, desabafou nas redes sociais.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima chamou a polícia após ser agredida por seu companheiro. Ao chegarem ao local, uma mulher de 32 anos, que se apresentou como filha do agressor, tentou impedir que os policiais entrassem no bangalô, onde estava o pai.

Segundo o boletim de ocorrência, a filha estava bastante alterada e insultou e agrediu os policiais com tapas. Ela ainda bateu nos funcionários do hotel e teve que ser algemada.

O suspeito de agressão, que estava em um quarto do bangalô, se recusou a abrir a porta para os policiais. Um funcionário do hotel destrancou a passagem com uma chave reserva.

Ao saber que seria encaminhado à delegacia, o suspeito resistiu à prisão e assim como a filha, precisou ser algemado.

Nas redes sociais, Helen Machado desabafou.

“Só quero que pague o sofrimento que passei e sinta todo o medo e pavor que senti”, diz.

Helen desabafou nas redes sociais com foto de vídeo que foi gravado da agressão e será entregue a polícia — Foto: Reprodução/Redes sociais

A jovem também diz que é provável que o agressor fique impune.

“Infelizmente o dinheiro paga a justiça e já já ele está livre”, desabafa.

Uma criança, filho do agressor, ficou no local sob cuidados de um funcionário do hotel até a chegada do Conselho Tutelar.

O suspeito foi detido na delegacia, mas já saiu. Ele foi autuado e deve responder por violência doméstica.

Fonte: G1 MT

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *