TJPA mantém prova da PM, mas ainda vai avaliar a segurança para realização do concurso da PC

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

A nova decisão autoriza a realização da prova do concurso da Polícia Militar do Pará nos municípios de Altamira, Belém, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém

TJPA mantém prova da PM, mas ainda vai avaliar a segurança para realização do concurso da PC em nova audiência — Foto: Pedro Guerreiro/Agência Pará

O Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) decidiu manter a realização da prova do concurso da Polícia Militar do Pará para este domingo (14). Sobre o concurso da Polícia Civil, previsto para os dias 21 e 28 de março, uma nova audiência vai avaliar a segurança epidemiológica para realizar o certame.

A decisão foi tomada no fim da noite de sexta-feira (12), após a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) recorrer da decisão liminar que suspendeu a realização de todos os concursos públicos e processos seletivos que estejam em andamento em que seja necessária a presença física de candidatos em locais de provas.

A nova decisão autoriza a realização da prova do concurso da Polícia Militar do Pará nos municípios de Altamira, Belém, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém.

Nos próximos dias, uma nova audiência vai avaliar o cenário epidemiológico do Pará e as circunstâncias para as provas do concurso da Polícia Civil, que também deve ser realizada neste mês de março.

Na decisão do TJ, a desembargadora Célia Regina Pinheiro ressaltou que o adiamento da prova deste domingo poderia restringir a ampla concorrência já que milhares de candidatos custearam despesas com deslocamento e hospedagem para realizar o concurso.

Prevenção durante a prova

A PGE informou que os protocolos de segurança adotados pelo Estado envolvem uma grande quantidade de medidas preventivas, bem como a adoção de um Manual de Condutas para prevenção da Covid-19. O Estado solicitou o aumento das frotas de transporte público, adotou um rigoroso plano de policiamento nos locais de prova, aumentou consideravelmente o número de salas.

As provas serão realizadas em seis municípios distintos, em 163 instituições, totalizando 2.261 salas, o que representa uma média de 22 alunos por sala. Em Belém, o número de escolas foi aumentado de 28 para 68, quase o triplo do previsto inicialmente.

Também estão previstos o controle de temperatura dos candidatos; obrigatoriedade do uso de máscara; utilização de álcool em gel; entrada e saída de candidatos por portões diversos, de modo a evitar aglomeração; abertura dos portões com 1h30 de antecedência do horário da prova, meia hora antes do que havia sido previsto no edital.

Fonte: G1 Pará

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *