Deputado desperta após mais de 20 dias intubado em SP

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

“Sua sedação e sua intubação foram retiradas nesta quarta-feira (17) pela manhã. A traqueostomia, que é um procedimento padrão para os pacientes intubados por muito tempo, não foi necessária

Fablício Rodrigues/AL-MT

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) despertou nesta quarta-feira (17) do coma induzido, depois de ficar 22 dias intubado por decorrência das complicações da covid-19.  Há 32 dias, o parlamentar está internado. A informação foi dada pelo presidente da Assembleia, Max Russi (PSB), na sessão desta quarta-feira (17). “Uma ótima notícia para nós, é que o deputado Valdir Barranco já acordou e esta sentado na cama e conversando”, disse Russi.  

Valdir Barranco despertou 6 dias após a equipe médica ter iniciado a retirada total da sedação. Barranco estava intubado desde o dia 20 de fevereiro em um hospital em São Paulo, quando foi transferido para tratar da doença.  Além de Barranco, a esposa e o filho também foram contaminados. Porém, já estão recuperados.  

“Sua sedação e sua intubação foram retiradas nesta quarta-feira (17) pela manhã. A traqueostomia, que é um procedimento padrão para os pacientes intubados por muito tempo, não foi necessária. Ele, inclusive, já está sentado na cama e conversando com as pessoas”, disse a assessoria de comunicação do parlamentar.

“Entre a internação em Cuiabá e São Paulo foram um total de 32 dias de tratamento e muita luta. Mas, como um bom guerreiro sempre pronto para a batalha, Barranco está vencendo mais essa. Só temos à agradecer por essa graça divina e pelas inúmeras mensagens de apoio e força vindas de todos os lados. Ele sempre luto acompanhado de muitas orações!!!!”, complementa a nota.

Deputados infectados  

A covid-19 tem se alastrado dentro do Legislativo de Mato Grosso, infectando deputados e servidores. Ao todo 16 deputados já foram infectados pela covid-19 desde o início da pandemia, causando um vítima fatal.  

No último sábado o deputado Sílvio Fávero (PSL) morreu em decorrência de uma infecção generalizada provocada pela covid-19.   Fávero estava internado em Cuiabá e veio a óbito 9 dias após sua internação. O deputado deixou esposa e três filhos.  

Também foram infectados pelo coranavírus os deputados Paulo Araújo (PP), Janaina Riva (MDB), Thiago Silva (MDB), Wilson Santos (PSBD), Max Russi (PSB), Valmir Moretto (PRB), Faissal Calil (PV), Allan Kardec (PDT), Elizeu Nascimento (PSL), Dilmar Dal’Bosco (DEM), Nininho (PSD), Carlos Avalone (PSDB), Eduardo Botelho (DEM) e Drº João (MDB).

Fonte: Gazeta Digital

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *