MP pede novas estratégias para evitar aglomeração durante vacinação

Entre no grupo do Olhar Cidade no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

No documento, Ministério Público recomenda adoção de drive-thru

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso estabeleceu o prazo de cinco dias para que o Município de Cuiabá apresente plano de ação com novas estratégias de vacinação dos idosos. Além de melhorias no sistema de agendamento disponibilizado no site da Prefeitura de Cuiabá, o MPMT recomenda limitação de apenas um acompanhante no local da vacinação, definição de novos locais para atendimento, estruturação das equipes de saúde, entre outras medidas.

A Notificação Recomendatória foi expedida nesta sexta-feira (26) pela 34ª Promotoria de Justiça Cível de Tutela Individual e Coletiva da Pessoa Idosa e da Pessoa com Deficiência. No documento, o MPMT recomenda ainda a ampliação da divulgação das orientações referentes ao cadastro e agendamento da vacinação; realização de atendimento pelo sistema drive-thru; e disponibilização de policiamento e vigilância patrimonial e sanitária voltadas à segurança do estoque de imunizantes e das condições ambientais necessárias ao armazenamento das respectivas doses.

De acordo com o promotor de Justiça Wagner Cezar Fachone, no dia 24 de março o Ministério Público oficiou a Secretaria Municipal de Saúde requisitando, com urgência, adoção de medidas eficazes para reduzir a aglomeração de pessoas no local de vacinação dos idosos, mas não obteve resposta.

“Vivenciamos uma fase crítica da pandemia em Cuiabá e no restante do país. Na Capital, a vacinação ainda está na fase dos grupos prioritários, sobretudo das pessoas idosas que fazem parte do grupo de risco. É notoriamente sabido que o Novo Coronavírus possui altos índices de transmissão, morbidade e mortalidade, e que, conforme orientações dos órgãos de saúde, a forma mais eficaz de preservar a saúde pública é evitar a aglomeração de pessoas, adotando o distanciamento social”, enfatizou o promotor de Justiça.

Segundo ele, no dia 22 de março a Promotoria de Justiça realizou reunião on line com a Secretaria Municipal de Saúde para tratar sobre a vacinação das pessoas idosas. Na ocasião, o município informou que há um total de 7.812 idosos na faixa etária de 75 a 79 anos para receberem a primeira dose da vacina já em estoque.

Fachone chama a atenção para o fato de que o Ministério da Saúde tem assinado novos contratos de aquisição de imunizantes e, consequentemente o município receberá quantidades maiores de vacina e com maior frequência. “A chegada de mais vacinas, advindas do Ministério da Saúde, consequentemente obrigará o município a ampliar a quantidade diária de vacinação”, observou.

Fonte: Muvuca Popular

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!