23 de Novembro comemora-se o Dia Mundial de Ação de Graças ou Thanksgiving Day, Engenheiro Eletricista e Combate ao Câncer Infantil

23 de novembro é o 327.º dia do ano no calendário gregoriano. Faltam 38 para acabar o ano.

Em 23/11/2017 07:28:00 na sessão Entretenimento

Foto: Ilustrativa

Dia Mundial de Ação de Graças

O Dia Mundial de Ação de Graças, ou Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day, em inglês), é celebrado na quarta quinta-feira de novembro. Em 2017, no dia 23 de novembro.

Esse é um dia de agradecimento, em que além de expressar gratidão a Deus, as pessoas demonstram gratidão entre elas por tudo de bom que receberam ao longo do ano.

É um dos feriados mais importantes dos Estados Unidos e também do Canadá, juntamente com o Natal e Réveillon.

Nos Estados Unidos 

Nos Estados Unidos, o Dia de Ação de Graças é um feriado comemorado em família, por isso, é comum as pessoas viajarem para se reunir com os seus familiares.

Há muita fartura e são consumidos pratos tradicionais, tal como peru, batata-doce, purê de batata e tortas de abóbora, maçã e nozes, entre outras iguarias.

Existe uma cerimônia em que o presidente americano perdoa dois perus. Isso quer dizer que ele livra esses animais da morte, já que milhões de perus são consumidos nessa ocasião.

No Brasil

A data foi instituída no Brasil pela Lei n.º 781, de 17 de agosto de 1949. No entanto, nem todos comemoram o Dia de Ação de Graças no País. Essa comemoração fica a cargo de algumas igrejas protestantes, bem como de famílias cuja origem seja norte-americana.

Origem

No início, a comemoração era feita no outono. Isso aconteceu em 1621, quando as pessoas organizaram uma festa para celebrar a colheita produtiva após terem tido um inverno bastante rigoroso.

Desde então, todos os anos havia festa para agradecer as boas colheitas.

Em 1863, o presidente dos Estados Unidos Abraham Lincoln decretou oficialmente que a quarta quinta-feira de novembro seria o Dia de Ação de Graças.

Dia do Engenheiro Eletricista

O Dia do Engenheiro Eletricista é comemorado anualmente em 23 de novembro no Brasil.

Essa data comemorativa tem como objetivo valorizar a importância desse profissional, cuja escolha do dia carrega a memória da primeira universidade tecnológica brasileira, o Instituto Eletrotécnico de Itajubá.

É assim, desde 2009, ano em que a Lei Nº 12.074, de 29 de outubro, que institui o dia nacional do engenheiro eletricista, entrou em vigor.

Hoje conhecido como Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), o instituto que se localiza no estado de Minas Gerais, foi fundado no dia 23 de novembro de 1913 por um advogado, o Dr. Theodomiro Carneiro Santiago. A sua inauguração contou com a presença de Hermes da Fonseca, o 8.º Presidente do Brasil.

Dr. Theodomiro Carneiro Santiago (1883-1936) era filho do Coronel João Carneiro Santiago Júnior e, com o patrocínio do pai, viajou para os Estados Unidos e para a Europa para investigar como poderia criar um estabelecimento para a formação de engenheiros no Brasil. Durante essa viagem, contratou professores e adquiriu o material necessário para os laboratórios da instituição que idealizava.

A Universidade carrega consigo uma posição de destaque entre as melhores universidades do Brasil, além do que é patrimônio histórico de Itajubá. 

Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil

Em 2008, a Lei nº 11.650, datada de 4 de abril, instituía o dia 23 de novembro como Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil. Entre os principais objetivos que culminaram na criação dessa data estão estímulo a ações educativas e preventivas associadas à doença, promoção de debates e outros eventos sobre as políticas públicas de atenção integral às crianças com câncer, difusão dos avanços técnico-científicos relacionados com a doença e promoção de apoio para crianças e seus familiares.

As preocupações previstas nos objetivos da Lei são totalmente fundamentadas nos números divulgados pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA). Estima-se que 70% das crianças com câncer possam ser curadas quando ocorre o diagnóstico precoce. A cada ano, são estimados mais de 9 mil novos casos de câncer infantojuvenil, configurando a segunda causa de mortalidade proporcional entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos.

É configurado como câncer infantil um grupo de doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais, a qual pode ocorrer em qualquer local do organismo. Entre os tipos mais comuns da doença nessa faixa etária estão leucemia, tumores do sistema nervoso central e linfomas. Enquanto nos adultos a doença afeta, em geral, as células do epitélio, que recobrem os diferentes órgãos (é o caso do câncer de mama e o de pulmão), nas crianças são mais comumente atacadas as células do sistema sanguíneo e os tecidos de sustentação. Além disso, enquanto em adultos a doença se relaciona com fatores externos, como, por exemplo, o fumo, nas crianças não existe essa evidência. Assim, a prevenção torna-se ainda mais complicada e o foco volta-se de vez para o diagnóstico precoce e o tratamento.

É importante, portanto, estar atento ao aparecimento de sintomas que podem ser sinais da doença. Quanto mais cedo for a procura pelo tratamento médico, maiores serão as chances de cura. Procure um especialista caso seu filho apresente:

  • perda de peso;
  • manchas roxas e sangramento pelo corpo, sem machucados;
  • vômitos acompanhados de dor de cabeça, diminuição da visão ou perda de equilíbrio;
  • caroço em qualquer parte do corpo, principalmente na barriga;
  • palidez;
  • febre prolongada, sem causa identificada;
  • dores nos ossos e nas juntas, com ou sem inchaços;
  • crescimento do olho, podendo estar acompanhado de mancha roxa no local.

Lembre-se de que o tratamento do câncer começa com um diagnóstico correto. Ao avaliar o caso da criança, o médico solicitará os exames laboratoriais e de imagem necessários para avaliar o estado de saúde do paciente e identificar o problema. O tratamento deverá sempre ser feito em local especializado e compreende três modalidades principais: quimioterapia, cirurgia e radioterapia. Além dos medicamentos, é indispensável para a cura a participação e o apoio de familiares e amigos. O bem-estar e a qualidade de vida dessas crianças e adolescentes estão em primeiro lugar.

Fonte: Calendarr 



Por Leidieli Lima 23/11/2017 07:28:00

Mais notícias da sessão: Entretenimento