Após primeiras chuvas BR-163 no Pará fica intrafegável; Batalhão Ferroviário do Exército Brasileiro está no local desde o mês de setembro

O Governo Federal pressionado pelo agronegócio, designou o exercito ainda no mês de setembro, para tentar impedir que o escoamento de grãos fosse prejudicado.

Em 04/12/2017 10:31:00 na sessão Estado

As primeiras chuvas que caíram já deixaram intransitável a rodovia federal BR-163, no Estado do Pará, centenas de caminhões ficaram parados na sexta-feira (1º) em sua maioria carregados de milho com destino ao porto de Miritituba.

O trecho ficou par o exercito manter o trafego, mas não deu conta, centenas de caminhões estão parados em meio aos atoleiros em trechos da estrada. Uma chuva nesta sexta-feira(01) deixou a rodovia intrafegável. O Exercito esta no local , mas os serviços não andaram.

O Governo Federal pressionado pelo agronegócio, designou o exercito ainda no mês de setembro, para tentar impedir que o escoamento de grãos fosse prejudicado.

A rodovia já é a segunda rota mais importante para escoar a safra agrícola mato-grossense para os portos de Miritituba e Santarém, de onde os produtos são embarcados para mercados internacionais, como o da China e Europa.

O escoamento dos grãos de Mato Grosso pela BR-163 até o estado do Pará reduz em aproximadamente 1 mil quilômetros a distância aos portos, se comparada com a extensão da saída para o sudeste. Por isso, o Governo acredita que o problema precisa ser resolvido imediatamente, pois a situação afeta não somente os estados e empresários, mas todo o país.

A manutenção e a pavimentação da BR-163 são de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), que é vinculado do Ministério dos Transportes. Na atualidade, o trecho da divisa entre os estados de Mato Grosso e Pará até o porto de Miritituba é de 668 km, sendo que só 86% da pavimentação está concluída (faltam 90 km). Já de Miritituba a Santarém, o trecho é de 335 km, e, ainda, restam 86 km para asfaltar (75% concluído).

Fonte: Folha do Progresso 



Por Leidieli Lima 04/12/2017 10:31:00

Mais notícias da sessão: Estado