Maggi convida Mauro Mendes para disputar o Governo pelo PP

Apesar das tratativas diretamente com Maggi, o ex-prefeito ainda não se posicionou oficialmente.

Em 11/01/2018 03:28:00 na sessão Política

O deputado federal e presidente estadual do PP, Ezequiel Fonseca, confirmou nesta terça-feira (9) que o ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), vem mantendo diálogo com o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), e o convidou para disputar o Governo do Estado, em 2018.

Mauro ainda está filiado ao PSB, porém estuda migrar de partido. Os mais cotados são o DEM e o próprio PP.

"O ministro convidou Mauro Mendes e ele defende essa candidatura de forma veemente. Temos mantido conversas com Mauro e o convidamos para o PP. Se ele vier, poderá, sim, ser nosso candidato a governador", disse Ezequiel.

Apesar das tratativas diretamente com Maggi, o ex-prefeito ainda não se posicionou oficialmente.

"O ministro está conversando com ele, mas Mauro ainda não decidiu. Ele está fazendo suas avaliações para definir o que for melhor", afirmou o deputado federal.

Outra tese defendida é de que Mauro filie-se ao DEM e dispute o Governo, também com apoio de Maggi. A possibilidade não foi descartada pelo presidente estadual dos Democratas, o deputado Dilmar Dal Bosco.

Na semana passada, Dilmar disse que o partido tem o projeto nacional de disputar a Presidência da República com Rodrigo Maia, líder da Câmara dos Deputados, e um projeto estadual com candidato a governador pela legenda fortaleceria a intenção em nível nacional.

Ezequiel ainda revelou que o PP não deve continuar na base do governador Pedro Taques (PSDB).

"Existem os que defendem a manutenção da alianças, mas um grande número de filiados, inclusive eu, é contra seguir a reeleição de Pedro Taques", pontuou.

Encontro estadual

O PP realizou nesta terça-feira a primeira reunião para tratar da formação de chapa para deputados estaduais. O partido não definiu se disputará as eleições com chapa pura, ou se irá coligar com outras siglas.

"Estamos discutindo justamente isso, para buscar um equilíbrio nas próximas eleições e consigamos eleger ao menos um nome na Assembleia Legislativa", concluiu Ezequiel.

Fonte: Repórte MT 



Por Leidieli Lima 11/01/2018 03:28:00

Mais notícias da sessão: Política