Após nove meses caso de universitário morto ao sair de festa em Nova Xavantina ainda segue sem conclusão

Completaram no último dia 09, terça-feira, 09 meses da morte do água-boense Renan Luna

Em 12/01/2018 10:09:00 na sessão Cidades

Foto: Reprodução

Completaram na última terça-feira (09/01), nove meses da morte do água-boense Renan Luna, morto com um tiro na cabeça ao sair de uma festa em Nova Xavantina, no dia 09 de abril de 2017.

Pessoas que estavam com Renan, afirmaram ouvir disparo de uma pistola. Várias pessoas prestaram depoimentos afirmando que ouviram alguns tiros naquela madrugada. Em um primeiro momento, a Polícia Militar chegou a prender 3 suspeitos, que foram colocados em liberdade poucos dias depois. A família enlutada espera por justiça.

Mais de 30 pessoas já prestaram depoimento e as diligências prosseguem. O desenrolar do inquérito está sendo aguardado com grande expectativa pela comunidade regional.

No começo de dezembro de 2017 foi discutida a possibilidade de se promover uma reconstituição do crime que tirou a vida do jovem água-boense Renan Luna. A informação partiu do Delegado Regional de Polícia. Até o momento segundo a Assessoria de Comunicação da Polícia Judiciária Civil, não há novidades sobre o caso, as investigações estão continuando e ainda não está confirmada se haverá ou não reconstituição da noite do crime.


Fonte: Olhar 21



Por olharcidade2@gmail.com 12/01/2018 10:09:00

Mais notícias da sessão: Cidades