Polícia ouve testemunhas do assassinato de empresário em Altamira, no Pará

Vítima estava em uma floricultura quando foi alvejado por um homem que chegou em uma moto. Polícia investiga o crime e suspeita de vingança.

Em 12/03/2018 02:35:00 na sessão Cidades

Foto: Reprodução

A Polícia Civil começou na ouvir as testemunhas do assassinato do empresário Renis Carlos Dias de Oliveira em Altamira, sudoeste do Pará. Ele estava em uma floricultura na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes quando foi alvejado por um homem que chegou em uma moto.

O crime aconteceu na última quinta-feira (8). De acordo com testemunhas, pouco depois de Renis entrar na loja, dois homens que estavam em uma moto chegaram ao local. Um deles entrou rapidamente, atirou duas vezes contra a vítima e fugiu.

O delegado responsável pelo caso já ouviu testemunhas, entre elas a esposa do empresário e a dona do estabelecimento, que presenciaram o assassinato. A principal linha de investigação indica que o crime pode ter sido motivado por vingança

Renis tinha 34 anos, era dono de uma farmácia no centro comercial e tinha terras na zona rural. Ele morava em Altamira fazia 3 anos e tinha antecedentes criminais.

Imagens das câmeras de segurança internas do estabelecimento devem ajudar nas investigações. "A gente tem um suspeito, nós vamos apurar, identificá-los e prendê-los o mais rápido possível", afirmou o delegado Mhoab Kayan.

A polícia informou ainda que a caminhonete usada pelo empresário é roubada. O veículo está apreendido.

O corpo de Renis foi levado de carro para a cidade de São Geraldo do Araguaia, onde moram os parentes.

Fonte: G1 PA 



Por Leidieli Lima 12/03/2018 02:35:00

Mais notícias da sessão: Cidades