Presos reformam quatro escolas públicas de Barra do Garças em projeto de ressocialização

Ideia de projeto partiu de agentes penitenciários de Barra do Garças. Onze reeducandos fazem parte do projeto.

Em 24/03/2018 08:41:00 na sessão Cidades

Foto: Gustavo Siqueira Ferraz/ Arquivo pessoal

Qatro escolas públicas de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, foram reformadas neste ano por reeducandos da cadeia do município. O trabalho é feito por meio do projeto "Amigos da Escola", desenvolvido por agentes penitenciários.

O coordenador do projeto, Gustavo Siqueira Ferraz, disse que 11 presos que possuem experiência nas áreas de construção civil, jardinagem e pintura, fazem parte do projeto.

"O projeto surgiu há dois anos depois que observei que um parquinho em uma praça estava destruído e chamei alguns detentos para fazer a reforma e daí vimos que o projeto deu certo e passamos a investir mais nele, com a reforma de escolas", contou.

Última reformada foi a Escola Estadual Marechal Eurico Gaspar Dutra (Foto: Gustavo Siqueira Ferraz/ Arquivo pessoal)

Com o trabalho, o detento tem a pena reduzida. A cada três dias trabalhados é um dia a menos na prisão. Mas para participar, o preso precisa ter cumprido no mínimo um terço da pena.

A escolha dos detentos é feita por meio de uma triagem realizada por um corpo técnico, composto por um psicólogo, uma assistente social, um chefe de disciplina da unidade e um diretor.

A escola que está passando por reformas, desta vez, é a unidade pública de ensino Nossa Senhora da Guia, em Barra do Garças.

Segundo o coordenador, as escolas interessadas em serem beneficiadas com o projeto enviam ao ofício à cadeia pública do município pedindo a reforma. Os membros do projeto então visitam as unidades e avaliam as condições dela.

Salas de aula são reformadas por reeducandos (Foto: Gustavo Siqueira Ferraz/ Arquivo pessoal)

Fonte: G1 MT 



Por Leidieli Lima 24/03/2018 08:41:00

Mais notícias da sessão: Cidades