E-título já é utilizado por quase 38 mil eleitores de MT; baixe também o seu documento digital

O e-título é um aplicativo da Justiça Eleitoral que substitui o documento impresso, tem várias funcionalidades e pode ser baixado em smartphone ou tablet.

Em 15/05/2018 07:54:00 na sessão Estado

Quase 38 mil eleitores de Mato Grosso já baixaram o e-título e vão votar nas eleições de outubro deste ano, sem necessidade de levar o título eleitoral em papel. O e-título é um aplicativo da Justiça Eleitoral que substitui o documento impresso, tem várias funcionalidades e pode ser baixado em smartphone ou tablet.

O aplicativo também fornece informações sobre a quitação eleitoral e permite a emissão de certidão de quitação eleitoral e também de crimes eleitorais. As certidões são emitidas com QR Code. À medida que foram surgindo novas funcionalidades, os usuários serão informados pelo próprio aplicativo.

No Brasil, 2.893.841 eleitores já baixaram o e-título. O Estado campeão é a Bahia, com 199.897 eleitores usando o aplicativo, uma medida economicamente sustentável, que deverá substituir em breve, em todo o país, o título impresso.

O e-título também traz economia para os cofres públicos, visto que dispensará a aquisição e manutenção de suprimentos de impressora, além de papel. Para o eleitor, o aplicativo traz a comodidade de não precisar se deslocar ao cartório eleitoral para buscar a segunda via do documento, além de poder mantê-lo com segurança em seu próprio smartphone.

Veja como funciona o e-título

Para acessar o documento digital, o eleitor deve baixar o aplicativo e-Título, que já está disponível no Google Play. É preciso inserir o número do título eleitoral, nome, nome da mãe e do pai e data de nascimento. Com estes dados a Justiça Eleitoral valida e libera o e-Título. Ao ser acessado pela primeira vez, o documento será gravado no aparelho e ficará disponível ao eleitor. Mas atenção: ao baixar o aplicativo, é necessário digitar os dados exatamente como constam no documento em papel.

Para aqueles que já fizeram a biometria, o e-título trará também a foto do eleitor. Este é o caso de 31.938 eleitores de Mato Grosso.

Outros 5.529 eleitores deste Estado, que já baixaram o aplicativo, mas não fizeram a biometria, poderão utilizar o e-título, porém sem a fotografia. Para estes eleitores será necessário apresentar, no dia da eleição, um documento de identificação com foto.

e-título foi desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral, em parceria com o TRE do Acre.

Fonte: Assessoria



Por Olhar Cidade 15/05/2018 07:54:00

Mais notícias da sessão: Estado