"Operação Férias Escolares" inicia nesta sexta nas estradas federais do Pará

Objetivo é evitar acidentes, combater a criminalidade e garantir a fluidez e segurança do trânsito nas rodovias durante o verão amazônico.

Em 28/06/2018 03:14:00 na sessão Cidades

Agentes da PRF vão atuar nas estradas do Pará durante o mês de julho. (Foto: Divulgação/PRF)Inicia na sexta-feira (29) e segue até o dia 30 de julho a "Operação Férias Escolares" da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas estradas do Pará. Como neste período é comum que os paraenses viagem para aproveitar o verão amazônico nos balneários do estado, a PRF vai reforçar o policiamento e orientar o trânsito nos locais onde há grande fluxo de veículos.

De acordo com o órgão, a estratégia nesse ano será o trabalho em conjunto com diversos órgãos. O objetivo é evitar acidentes, combater a criminalidade e garantir a fluidez e segurança do trânsito nas rodovias durante o mês de julho.

Durante o período de operação, a PRF informou que vai promover atividades para conter os acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, ao uso inadequado do cinto de segurança e às ultrapassagens indevidas. Os agentes da PRF também estarão atentos ao porte ilegal de armas de fogo, ao tráfico de drogas, a exploração sexual de crianças e adolescentes e aos crimes contra o meio ambiente.

Em julho de 2017, a PRF registrou 151 acidentes, sendo 39 graves. Nas férias do ano passado, 127 pessoas ficaram feridas em acidentes na estrada e 20 pessoas morreram.

Inversão de fluxo

Em todos os domingos do mês de julho haverá inversão do fluxo de uma das faixas do sentido saída de Belém para a utilização dos condutores que estão chegando na capital. A inversão terá início no retorno da entrada de Benfica e se estenderá até o retorno do IESP. Ao longo dos quase três mil metros de extensão, diversos agentes estarão orientando os condutores.

Veja dicas da PRF para uma viagem segura:

  • Planejamento da viagem: o motorista deve se informar sobre as distâncias que vai percorrer, condições do tempo, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Não esquecer documentação pessoal e do veículo.
  • Revisão preventiva: providenciar a checagem do automóvel mesmo para pequenas viagens. Faróis acesos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia. Não esquecer de verificar a presença e estado dos equipamentos de porte obrigatório, principalmente pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de para-brisa e luzes do veículo;
  • Pausas para descanso: o condutor deve programar paradas a cada 3 horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da "hipnose rodoviária", na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora;
  • Previsão do tempo: procurar se informar sobre as condições do tempo nos lugares por onde vai passar. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disponibiliza gratuitamente informações sobre o clima.
  • Atenção redobrada: observar as placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem. Nos trechos em obras, o motorista deve reduzir a velocidade e obedecer a sinalização local.
  • Descanso: durma bem antes de qualquer viagem de automóvel. O sono e o cansaço são grandes inimigos de uma viagem segura;
  • Cinto de segurança: use sempre o cinto de segurança, o equipamento é obrigatório para todos os ocupantes do veículo.
Fonte: G1 Notícia.



Por Olhar Cidade 28/06/2018 03:14:00

Mais notícias da sessão: Cidades