Em busca de votos, campanha do Haddad repercute tragédia em Guarantã e ataca Bolsonaro

A campanha de Haddad e o próprio site usaram a tragédia para atacar Bolsonaro, não respeitando a dor da família, atacando diretamente a questão do porte de armas e usando a situação para "angariar" votos.

Em 16/10/2018 08:37:00 na sessão Política

Foto: Reprodução/Facebook

A página do Lula e de campanha do presidenciável Fernando Haddad (PT) repercutiu a matéria do Olhar Cidade, sobre o trágico acidente envolvendo duas crianças em Guarantã do Norte com uma arma de pressão, a matéria foi copiada pelo site Catraca Livre, que inclusive fez declarações claras que não apoiaria Jair Bolsonaro (PSL).

A campanha de Haddad e o próprio site usaram a tragédia para atacar Bolsonaro, não respeitando a dor da família, atacando diretamente a questão do porte de armas e usando a situação para "angariar" votos.

Na página, vários comentários negativos em relação ao uso da tragédia para fim eleitoral.

Entenda o caso

Neste Domingo, (14-10), um menino de 11 anos morreu ao ser atingido por um tiro disparado por outro garoto de apenas 12, na cidade de Guarantã do Norte. De acordo com informações da Polícia Civil, a família disse que a espingarda estava na porta do banheiro e que o menino fez um disparo acidental.

O menino de 12 anos fez um disparo na porta do banheiro, que teria ricocheteado contra a criança de 11 anos. A vítima saiu correndo e caiu na frente da casa da avó dela, que fica localizada ao lado da residência onde ele estava.

A Polícia Civil informou que vai apurar as circunstâncias da morte do menino. A versão da família será confrontada ao longo da investigação e por meio de laudos periciais da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Olhar Cidade da Redação



Por leandro 16/10/2018 08:37:00

Mais notícias da sessão: Política