Prefeitura de Peixoto de Azevedo bate de frente com a Empresa APA através de Notificação Extra Judicial

Somente na semana passada a empresa recebeu cerca de 55 Notificações Extra Judiciais assinadas pelo Prefeito Maurício Ferreira de Souza, todas elas encaminhadas ao Supervisor Geral da Unidade, Lucas Henrique Strojake.

Em 29/10/2018 09:30:00 na sessão Cidades

A Prefeitura Municipal de Peixoto de Azevedo está batendo de frente com a empresa responsável pelos serviços de distribuição de água tratada e de esgotamento sanitário.

A concessionária APA (Águas de Peixoto de Azevedo) não está cumprindo a Lei Municipal N. 974-2017, que determina a recuperação de danos causados nas ruas e avenidas pavimentadas por conta de serviços de manutenção, instalação e ampliação executados pela mesma.

Somente na semana passada a empresa recebeu cerca de 55 Notificações Extra Judiciais assinadas pelo Prefeito Maurício Ferreira de Souza, todas elas encaminhadas ao Supervisor Geral da Unidade, Lucas Henrique Strojake.

Foi dado um prazo de 24 horas para providenciar as revitalizações das vias públicas onde o pavimento asfáltico foi danificado ou destruído, garantindo que sejam empregados na recuperação: produtos, materiais e a melhor técnica aplicável, a fim de manter o padrão de qualidade, conforme estabelecido no Contrato de Concessão firmado em dezembro de 2000.

"Já temos um percentual pequeno de vias pavimentadas e mesmo assim elas estão sendo fortemente castigadas pelos serviços de manutenção do sistema de distribuição de água e implantação da rede de esgoto, entre outras situações de inteira responsabilidade da APA. O nosso compromisso é com a população, com os usuários, transeuntes e a preservação do patrimônio publico. Não iremos aceitar que sejam executados serviços pela concessionária e que haja demora na recuperação do dano na capa asfáltica, pois além de causar um visual negativo contribui para o acontecimento de acidentes. Sendo assim, determinei a notificação extrajudicial, e se necessário medidas mais duras e severas serão tomadas pela administração municipal", comentou o Prefeito Maurício Ferreira de Souza.

O Sr. Manoel Raimundo da Rosa disse a nossa reportagem que a atitude do prefeito é de extrema necessidade e urgência, pois para ele, a empresa Águas de Peixoto está fazendo, o que bem entende e quer, com relação as ruas e avenidas detonadas por serviços mal executados na rede de água e esgoto.

"Rapaz do céu, a rua da minha casa ficou igual a uma colcha retalhada e até parece a lua de tanta cratera e valeta. Isso não é justo porque pagamos água e brevemente o esgoto também, e o retorno que ganhamos da APA é esse descaso. O prefeito tá de parabéns em dar pressão para que a empresa cumpra o seu papel ou dê lugar para outra que tenha interesse de fazer a coisa bem feita", reclamou Manoel Rosa.

A Prefeitura de Peixoto de Azevedo está sendo constante acionada pelos cidadãos e a imprensa recebendo reclamações e denúncias cotidianamente sobre essa problemática. O que se espera é uma resposta rápida e proativa da concessionária no sentido de desenvolver a reestruturação do asfaltamento danificado, e que o serviço seja de melhor qualidade e duradouro. Caso isso não venha acontecer está sendo cogitada inclusive a possibilidade de cassação do Contrato de Concessão, até mesmo por não atender Termo de Ajustamento de Conduta já formalizado com o Poder Executivo Municipal e o Ministério Público Estadual.


Fonte: Notícia Vip



Por olharcidade2@gmail.com 29/10/2018 09:30:00

Mais notícias da sessão: Cidades