Piloto que passou 4 dias na mata após queda de avião em União do Norte deve ser transferido de hospital

Maicon Semencio Esteves sofreu um acidente no sábado (3) e foi resgatado na quarta-feira (7), com ferimentos. Ele teve queimaduras no rosto e nos braços.

Em 08/11/2018 04:23:00 na sessão Cidades

O piloto Maicon Semencio Esteves, de 27 anos, deve ser transferido, nesta quinta-feira (8), para hospital em Sorriso, a 420 km de Cuiabá, para tratar as queimaduras. Na unidade de saúde, onde ele estava desde o resgate, em uma área de mata nessa quarta-feira (7), em União do Norte, distrito de Peixoto de Azevedo, a 692 km da capital.

O piloto recebeu os primeiros atendimentos no Hospital Regional de Peixoto, porém, a família decidiu transferi-lo para Sorriso, onde a unidade é mais estruturada para tratar as lesões causadas pelo incêndio em parte do avião, logo após a queda.

O irmão de Maicon, Diego Semencio Esteves, disse que ele está bem, mas ainda se sente fraco. Ele faria novos exames nesta quinta-feira (8).

De acordo com o Hospital de Peixoto, o piloto teve infecções e queimaduras de primeiro e segundo grau.

O acidente

Maicon estava sozinho e comandava o avião modelo neiva emb-201, matrícula pt-gsh. Ele saiu de Porto Nacional (TO) e iria para Alta Floresta, a 800 km de cuiabá, quando sofreu o acidente.

O Corpo de Bombeiros suspeita que tenha havido uma pane seca, que fez com que o avião caísse. Após o acidente, Maicon conseguiu sair da cabine e usou o celular e o GPS para se localizar.

A bússola indicava um caminho reto pela floresta. Ele tentou caminhar, mas era impossível seguir o trajeto em linha reta, conforme informou o Corpo de Bombeiros.

O piloto precisou andar em curvas para contornar árvores e cipós, momento esse em que acabou se perdendo na mata.


Avião agrícola caiu em área de mata em Peixoto de Azevedo -- Foto: Polícia Militar de Mato Grosso/Divulgação

Fonte: G1 MT



Por olharcidade2@gmail.com 08/11/2018 04:23:00

Mais notícias da sessão: Cidades