"Não acreditamos que seja em função da condição de homossexual", diz delegado sobre morte de professor de dança no PA

Edson Caetano da Silva foi encontrado nu e com dos sinais de espancamento e indícios de violência sexual.

Em 05/02/2019 08:42:00 na sessão Cidades

A Polícia Civil investiga a morte do professor de dança Edson Caetano da Silva, 32 anos. O corpo da vítima foi encontrado na madrugada de sábado (2), em um quintal de uma casa abandonada, em Paragominas, sudeste do Pará.

Apesar dos sinais de espancamento e indícios de violência sexual, o delegado responsável pelo caso, Antônio Miranda, ainda não dá para ter certeza se o crime foi de homofobia.

"Preliminarmente, não acreditamos que seja em função da condição de homossexual, mais ocorreu durante uma tentativa de algum ato, ou posteriormente. Só a perícia que vai esclarecer", afirmou.

Em dezembro do ano passado, após sofrer agressão física, Edson fez um desabafo em uma página de rede social: "Ontem senti o gosto amargo da homofobia", afirmou o professor na época.

O corpo dele foi velado no domingo (3). Durante o velório, a movimentação foi grande na casa da família, todos estavam abalados com a morte precoce do jovem professor de dança.

Fonte: G1 Pará


Por Olhar Cidade 05/02/2019 08:42:00

Mais notícias da sessão: Cidades