Irmãos condenados por homicídio cometido em 1981 são presos em Porto Alegre do Norte

De acordo com o processo, os irmãos assassinaram José Carlos dos Santos a tiros em meados de 1981, na cidade de Araguaiana.

Em 18/11/2019 04:09:00 na sessão Cidades

Foto: Ilustrativa

Policiais civis de Porto Alegre do Norte e de Canabrava do Norte cumpriram mandados de prisão na última quarta-feira, (13), contra dois irmãos condenados pelo crime de homicídio, cometido há 39 anos.

Eles foram identificados como Coldevan Carlos Coelho, 60 anos, e Coalideg Carlos Santos, 65 anos. A dupla foi encaminhada para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte.  

O crime



De acordo com o processo, os irmãos assassinaram José Carlos dos Santos a tiros em meados de 1981, na cidade de Araguaiana (454 km da Capital).

Os acusados estavam em um hotel quando, em um determinado momento, Coalideg foi até a cozinha do estabelecimento e assediou sexualmente uma funcionária, ao tentar agarrá-la por trás. A mulher, que era esposa de José Carlos, conseguiu se defender e usou uma vassoura para dispersar o homem.

Coalideg teria se revoltado com a situação e voltou ao local acompanhado de seu irmão, Coldevan, para tentar agredir a funcionária e outra empregada do hotel.

Porém, a dupla foi impedida por José Carlos. Ele flagrou a violência sofrida pelas vítimas e entrou em luta corporal com os envolvidos, que deixaram o local logo depois.

Neste momento, segundo os autos, os irmãos, acompanhados de um terceiro suspeito, foram para casa e pegaram um revólver calibre 32.

Eles retornaram até o hotel e encontraram José Carlos conversando com outras pessoas. Os criminosos mandaram todo mundo se retirar e começaram a atirar contra a vítima, que ainda tentou fugir pelas ruas da cidade, mas foi perseguida e alvejada diversas vezes.

José Carlos não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

Sentença



Os acusados foram condenados pelo Tribunal do Júri da Comarca de Barra do Garças (515 km de Cuiabá).

Coldevan Carlos Coelho pegou 13 anos e quatro meses de reclusão. Já Coalideg Carlos Santos, foi condenado a 14 anos e dois meses de prisão. Ambos em regime fechado.

Fonte: Agência da Notícia



Por Olhar Cidade 18/11/2019 04:09:00

Mais notícias da sessão: Cidades