Policial morre após passar mal durante prova física de seleção para a tropa de elite do Pará

Fernando Leal Pimentel desmaiou durante prova física e não resistiu. Polícia Civil diz que ele era atleta e estava apto aos exames para ingressar a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE).

Em 06/12/2019 09:39:00 na sessão Cidades

Um investigador morreu após passar mal durante prova para a tropa de elite do Pará. A morte de Fernando Henrique Barbosa Leal Pimentel, que integrava a Divisão de Homicídios da Polícia Civil há pouco mais de um ano, foi confirmada nesta quinta-feira (5).

Segundo a Polícia Civil, Fernando participava dos exames de seleção para ingressar a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE). Ele se voluntariou ao processo que visa arregimentar policiais civis para se habilitarem no Curso de Operações Táticas Especiais (COTE), requisito essencial para o ingresso na CORE/PC-PA.

O policial, no entanto, não conseguiu completar uma das etapas do Teste de Aptidão Física, a corrida de 7 mil metros, e perdeu os sentidos durante a prova. Ele foi socorrido pela equipe médica presente para procedimentos de urgência e emergência, que contava com o apoio de uma ambulância de resgate. Em seguida, foi encaminhado ao Hospital Porto Dias.

Em nota, a PC disse que o falecimento do policial "tomou a todos de surpresa". De acordo com a Polícia Civil, Fernando era atleta e gozava de boa saúde, portanto, "se encontrar apto a praticar atividades físicas de alta intensidade, nos estritos e literais termos do Atestado de Saúde apresentado no ato da realização do TAF, requisito para que qualquer candidato seja admitido no processo seletivo".

Fonte: G1 Pará



Por Olhar Cidade 06/12/2019 09:39:00

Mais notícias da sessão: Cidades