Polícia apura morte de criança de 5 anos por suspeita de maus-tratos em Cuiabá

Médicos suspeitaram maus-tratos e acionaram o Conselho Tutelar em MT. Hugo Gomes, de 5 anos, foi internado no sábado (20) e morreu no domingo.

Em 23/08/2016 10:13:00 na sessão Você Reporter

Foto: Ianara Garcia/TVCA

A morte de uma criança de cinco anos, ocorrida neste domingo (21), no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC), é investigada pela Polícia Civil de Mato Grosso. Os médicos da unidade chamaram o Conselho Tutelar e a polícia depois que suspeitaram que o menino poderia ser sofrido maus-tratos. Hugo Gabriel Augusto Gomes, de 5 anos, foi internado na tarde de sábado (20) e morreu depois de sofrer hemorragia e três paradas cardiorrespiratórias.

A família da criança disse à TV Centro América que o menino caiu de uma cama e passou mal. O menino morava com os pais e um irmão no Bairro Doutor Fábio 2, em Cuiabá.

O corpo dele foi velado e enterrado nesta segunda-feira (22) na capital mato-grossense. Segundo a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), os policiais foram chamados para fazer a liberação do corpo do menino por volta de 10h35 de domingo. A mãe e os avós prestaram depoimento na DHPP.

“Vamos aguardar o laudo de necrópsia para confirmar se houve espancamento ou agressões. A mãe disse que existiam 'agressões normais' anteriores, mas não chegava esse ponto [gravidade]. No PSMC contava como vítima de espancamento. Os avós disseram que ele passou mal e teve uma crise [de convulsões]”, disse a delegada da DHPP, Sílvia Pauluzzi.

Hugo estava sob os cuidados do pai biológico no momento em que supostamente passou mal. A mãe dele voltava do trabalho quando foi avisada pelo pai que o menino estava tendo convulsões.
A família levou a criança até a policlínica do Bairro Planalto, onde foi estabilizada pelos médicos. Por conta da gravidade, a equipe transferiu Hugo até o PSMC, onde ele morreu no domingo pela manhã.

O caso será encaminhado para investigação na Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).



Por G1-MT 23/08/2016 10:13:00

Mais notícias da sessão: Você Reporter