Estudantes de Pontes e Lacerda estão na final de concurso do MEC

O vídeo produzido pelos estudantes passou para a etapa nacional e depende de voto popular para ser um dos vencedores da campanha â?oPesquisar e Conhecer para Combater o Aedes Aegyptiâ??, do Ministério da Educação (MEC).

Em 24/08/2016 10:11:00 na sessão Estado

Foto: Divulgação

Uma paródia em ritmo de sertanejo universitário, com direito a encenação de um estudante vestido de mosquito Aedes Aegypti, é a ferramenta dos estudantes da Escola Estadual 14 de Fevereiro, em Pontes e Lacerda, no combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e febre chikungunya. O vídeo produzido pelos estudantes passou para a etapa nacional e depende de voto popular para ser um dos vencedores da campanha “Pesquisar e Conhecer para Combater o Aedes Aegypti”, do Ministério da Educação (MEC).

O júri popular foi até essa terça-feira (23.08). Para votar basta entrar na página oficial da campanha, selecionar a modalidade Ensino Médio, buscar o vídeo da escola intitulado ‘Combatendo a dengue, chikungunya e a tal da zika’, e votar utilizando o e-mail ou a rede social Facebook. Os vencedores do concurso ganharão uma viagem a Brasília para participar de ações relacionadas ao combate ao mosquito. Os nomes serão anunciados na página do MEC sobre o zika vírus na internet.

O vídeo foi realizado pelos estudantes Alonso Vinícius Alves Ramos e Leandro Silva Souza, do 2º ano, e Amanda Silva Ramos, do 3º ano do Ensino Médio, com a orientação da professora Márcia Aparecida de Oliveira Silva.

Concurso

Durante as etapas regionais, foram selecionados 247 vídeos, produzidos por estudantes de escolas públicas e particulares. Nessa nova fase, um júri popular vai escolher 11 finalistas, por meio de votação online, aberta até o próximo dia 28. Os vídeos mais votados serão os vencedores.

Mais 11 vencedores serão escolhidos pela comissão julgadora final, indicada pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do MEC, coordenadora da ação, em parceria com as demais secretarias do Ministério.

Os filmes selecionados foram produzidos a partir das características exigidas pelo concurso: no máximo 90 segundos e captação por aparelhos de telefone celular ou câmeras digitais domésticas, com boa qualidade de imagem e som.

Mais estudantes de Mato Grosso

O concurso conta com seis modalidades e é possível votar em um vídeo de cada. São elas: Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II, Ensino Médio/Técnico, Educação de Jovens e Adultos, e Graduação (Licenciatura, bacharelado e tecnólogo).

Por Mato Grosso, concorrem com vídeos na educação Infantil a EMEI Cecília Meireles, de Sinop, e a EMEI Monteiro Lobato, de Tapurah. Na categoria Ensino Fundamental I, estão os vídeos da EMEB Augusto Mario Vieira, de Cuiabá, e a Emeb Fabio Ribeiro da Cruz, de Colíder.

A Campanha Nacional de Escolas da Comunidade(CNEC), de Juara, a EMPG Dona Sabina Lazarin Prati, de Campo Verde, e a EMEF Nossa Senhora Aparecida, de Primavera do Leste, concorrem no Fundamental II. Por fim, acadêmicos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) concorrem no Ensino Superior. 



Por Seduc-MT 24/08/2016 10:11:00

Mais notícias da sessão: Estado