Movimento Municípios Sustentáveis em Guarantã, sociedade civil pede apoio para aprovação de plano diretor

Em um primeiro momento, participantes de oficina preferiram reforçar a mobilização pelo plano diretor.

Em 27/08/2016 08:27:00 na sessão Você Reporter

Foto: Divulgação

Representantes da sociedade civil do município de Guarantã do Norte, em Mato Grosso, priorizaram a mobilização para a aprovação do Plano Diretor Participativo municipal, na Câmara, durante diálogos da oficina do Movimento Municípios Sustentáveis, no dia 24 de agosto. O objetivo é construir um observatório social que acompanhe também na sequência, sua implementação.

“Foi um trabalho de elaboração de quase seis meses, que envolveu cerca de 70 pessoas de diferentes segmentos. O documento é composto por 400 páginas e foi resultante de quatro oficinas”, explicou Pedro Amon, engenheiro florestal que atuou no processo, na parte técnica,  e que hoje integra a equipe do Consórcio Portal da Amazônia.

O documento foi encaminhado no dia 02 de junho à Câmara e ainda aguarda a discussão da pauta e sua aprovação.  O Plano Diretor é um documento norteador de planejamento urbanístico, que sistematiza a ocupação do desenvolvimento físico, econômico e social do município, com projeção para uma década, a ser revisado nos primeiros cinco anos. Em Guarantã, está estruturado nos eixos de Regularização Fundiária, Infraestrutura e Mobilidade, Aspectos socioeconômicos, Aspectos Ambientais e rurais, envolvendo a infraestrutura rural e indígena.

 

Mais informações sobre as atividades de empoderamento cidadão na gestão pública do MMS, que ocorrem em municípios do Norte e Noroeste do Estado, podem ser consultadas no hotsite (www.movimentomunicipiossustentaveismt.wordpress.com). A facilitação deste processo tem o apoio do Instituto Centro de Vida (ICV).



Por Sucena Shkrada Resk 27/08/2016 08:27:00

Mais notícias da sessão: Você Reporter